2019 ~ MISSÕES CRISTÃO

Receba no Seu E-mail estudos de acompanhamento Cristão

1. Deus Ama Você !

A BÍBLIA diz, "Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não vá para o inferno, mas tenha a vida eterna".




Significados bíblicos sobre palavras hebraicas


Significados bíblicos sobre palavras hebraicas


Eu como um cristão, já passei por constrangimentos de pessoas que não conhecem de fato, os significados bíblicos de aleluia ou glória a Deus, nisso pessoas por gozação ou zombaria já uma vez me disse: aleluia irmão ! sem saber o que ele realmente estava falando, mas enfim é bom sabermos esses significados para que se termos oportunidades podemos até mesmo dar uma aula de lição para os desprevenidos de conhecimento bíblico.  

As Três Palavras em questão, são expressões bastantes usadas nos cultos evangélicos em reverencia e honra a Deus, mas cada uma delas possui um significado diferente, saiba o que significa cada Palavra.

Aleluia: É uma palavra Hebraica, que lendo-a da direita para a esquerda como se faz no hebraico a primeira parte da palavra hallelu significa Louvem, Adorem ou Elogio, já a segunda palavra Yah é uma abreviação do nome de Deus, Javé. Sendo assim aleluia signifiva Louvem Deus Javé ou Adorem Deus Javé, ou Elogio Deus Javé.

Gloria a Deus: Dar glória a Deus é um modo de oração, de ação de graças por aquilo que Deus é e faz continuamente. Ou seja, Glória a Deus significa honra, fama adquirida por obras, virtudes, é o mais alto grau de dignidade que só Deus é merecedor de ter.

Paz do Senhor: Quando cumprimentamos uma outra pessoa com a Paz do Senhor, não estamos simplesmente cumprimentando, mas, desejando que a paz esteja com tal pessoa, pois Jesus disse: Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. Jo 14.27

Amém: é a palavra hebraica que indica uma afirmação ou adesão às vezes matizada de desejo, e pela qual terminam muitas Orações no Cristianismo, no Islamismo e no Judaísmo. No português a palavra AMÉM significa: Assim Seja.

Campanhas de oração pelos cristãos



Sugestões para Orações pelos cristãos no mundo

Acessar manual da oraçãoCompartilhe para Baixar

Os 10 principais países que proíbem o Evangelho: Baixar

Acessar 30 razões para orar pelo Brasil: Baixar

Acessar 30 dias de oração pela Coreia do Norte: Baixar

Acessar 30 dias de oração pelos muçulmanos: Baixar


Cristãos mortos durante a santa inquisição


Cristãos mortos durante a santa inquisição


Resumo sobre a Historia:


Os cristãos da santa inquisição foram mortos pelo regime na época segundo o clero romano papal, por causa da verdade da palavra de Deus, porque não quiseram se submeter as suas vidas a vontade da religião imposta pelo papal, pois a ordem do clero papal era que somente eles podiam ler a bíblia para ensinar aos homens, somente eles poderiam ministrar os ensinamentos bíblicos para as pessoas, mas esse regime não tinha base bíblica para estar correto, pois a própria palavra de Deus foi dado como autoridade espiritual a todos os homens e não a um simples sistema privado de pessoas, o próprio Jesus fundador do cristianismo fala nas escrituras que todo o ser humano deve examinar as escrituras sagradas pois eles falam de mim (Jesus) e ela vos ensina sobre a vida eterna, (João: Cap. 5:39) portanto todos os cristãos vitimas desses massacres da inquisição papal acabaram por dar a suas vidas simplesmente pelo fato de testemunhar a própria escritura sagrada,  o desejo de domínio papal sobre as pessoas de dominar-las não tinha como duração por muito tempo devido a sua errada forma de se lidar com as pessoas, portanto a palavra de Deus é para todos os homens livremente e não a um regime privado de pessoas, Os Cristãos foram mortos por traduzir a linguagem do Latim e Grego, Lutero traduziu para a língua alemã ele escapou do martírio morrendo de morte natural velhice, e para a língua do Inglês foi William Tyndale que ao ser queimado numa fogueira exclamou: "Senhor, abre os olhos do Rei da Inglaterra! o desejo desses mártires cristãos se realizou com verdade na libertação desse regime papal pelo rei da Inglaterra que mais tarde decretou que todo homem teria o direito de ler a bíblia livremente e o direito da liberdade cristã dessa forma esse regime escravidão papal acabou de ser enterrado.

Será que Deus está no controle de tudo ?


Será que Deus está no controle de tudo ?

Nunca compreenderemos adequadamente o Novo Testamento A não ser que reconheçamos o fato subjacente nele  de quê Satanás é o deus deste mundo. ele é o maligno, e o seu poder controla o presente século mau. Lucas 13 :16 2 Coríntios 4.4 latas 1.4 Efésios 6.12

A ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL


A ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL


Benção de Deus, responsabilidade nossa.

O objetivo deste artigo é chamar a atenção para o valor e importância que devemos dar à escola dominical.

O poder da natureza de Deus para curar enfermidades


O poder da natureza de Deus para curar enfermidades

Poderemos notar biblicamente, que as escrituras sagradas na história dos cristãos primitivos e até mesmo o povo de Deus no Antigo Testamento antes de Cristo, por muitas vezes acreditavam na cura vinda das plantas medicinais, pois sabemos que tanto as frutas, como as verduras, Deus o criador criou como ricos sais minerais, vitaminas  com energias naturais, abundância de proteínas, tudo para o benefício do ser humano como para o bem-estar do seu corpo físico material.


Deus o criador da natureza já sabia que o ser humano necessitaria da riqueza que a natureza deveria lhe oferecer para seu bem-estar no seu corpo físico, mental e intelectual. por isso nós vemos na Bíblia vários exemplos em que os cristãos usaram meios medicinais da natureza para obter benefícios de cura de tratamento natural é o que nós veremos vários exemplos bíblicos o poder de Deus na natureza para cura de enfermidades.


Recomendação de cura natural para Timóteo

Em 1 Timóteo 5.23 aqui nós vemos o apóstolo Paulo recomendando a Timóteo um jovem que pastoreava na igreja de Efésios província da Ásia a usar um pouco de vinho por causa do seu estômago e das e das suas frequentes enfermidades.


Timóteo começa a ter distúrbios gástricos, provavelmente devido ao teor de álcali na água em  Éfeso. Paulo, portanto declara que ele deveria usar um pouco de vinho com aquela água para neutralizar os efeitos daninhos da alcalinidade usado para o estômago de conformidade com os antigos escritos gregos sobre medicina, costumava ser do tipo não embriagante. o escrito Ateneu, declara: que tome vinho doce de gula ou misturado com água, ou aquecido, especialmente do tipo chamado prótropos, o suco de uva antes de espremer por ser bom para o estômago, porque o vinho doce não deixa a cabeça pesada, Timóteo por respeito ao apóstolo Paulo a, tomaria um pouco de vinho, quando necessário, e exclusivamente com fins medicinais.


Recomendação de cura natural para Ezequias


No livro do profeta Isaías 38. 1 Nós também podemos testemunhar uma cura Milagrosa através da Medicina da natureza natural, em que foi usado pasta de figos a qual foi usado pelo profeta Isaías para passar no local da sua chaga ou enfermidade assim Deus curou o rei Ezequias, claramente poderemos ver aqui que não foi somente o figo que curou a enfermidade de Ezequias, mas também claramente o poder de Deus que operou através primeiramente da Fé do profeta Isaías que foi usado por Deus e segundo recurso natural que no caso foi usado o fruto da Figueira figo. aqui também é uma prova bíblica que Deus usa o poder da natureza para ser um meio de cura para o corpo físico do ser humano para o seu bem-estar e para louvor e da glória de Deus.



A Bíblia conta a história do rei Ezequias que adoeceu gravemente, de uma doença mortal e que a Bíblia não relata nem o nome e nem os sintomas de tal enfermidade, mas Deus mandou o profeta Isaías dar um recado a ele, que dizia: “Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás.” (Isaías 38:1). Era uma sentença de morte endereçada ao rei Ezequias.


Ezequias foi orar a Deus, foi pedir ajuda a quem poderia ajudá-lo e disse: “Ah! SENHOR, peço-te, lembra-te agora, de que andei diante de ti em verdade, e com coração perfeito, e fiz o que era reto aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo.” (Isaías 38:3).


O rei nem bem fechou a boca e Isaías, que ainda estava nos átrios da casa real, recebeu uma ordem de Deus: “Vai, e dize a Ezequias: Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi teu pai: Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos. E livrar-te-ei das mãos do rei da Assíria, a ti, e a esta cidade, e defenderei esta cidade.” (Isaías 38:5-6).


Deus sempre ouve a oração sincera e toma providências para respondê-la.

Deus voltou atrás da sentença de morte proferida contra Ezequias e não só curou o rei, como ainda acrescentou ao seu tempo quinze anos de vida. Então Isaías deu a receita da cura do rei Ezequias: “E dissera Isaías: Tomem uma pasta de figos, e a ponham como emplastro sobre a chaga; e sarará.” (Isaías 38:21). Uma pasta de figos como emplastro, uma receita caseira, nada de médicos, remédios convencionais ou tratamentos demorados, uma simples pasta de figos abundantes nas regiões próximas ao mar Mediterrâneo.





Cuidado: plástico é cancerígeno! Plástico libera toxinas que causam o câncer !

Quais outras doenças os aditivos tóxicos dos plásticos provocam? A lista é aterradora, já que se trata das doenças que aumentaram sua incidência nos últimos 30 anos:

Câncer (mama, útero, ovários, colo, cérebro, pulmão, próstata, fígado)
Linfomas
Cistos uterinos, infertilidade e abortos espontâneos
Hiperatividade e déficit de atenção
Puberdade precoce nas meninas
Deformações do pênis nos meninos
Autismo
Mal de Parkinson
Doenças cardiovasculares e obesidade

Como se proteger dos perigos dos plásticos?

Evite comer e beber alimentos embalados em plástico.
Tente não usar recipientes plásticos para guardar, servir ou esquentar a comida.
Use frascos de vidro ou embalagem de aço inoxidável na cozinha.
Não consuma bebidas ou comidas enlatadas.
Prefira mamadeiras de vidro para seus filhos (mesmo que pense serem mais perigosas quando caem).
Não compre brinquedos de plástico flexível e evite que os pequenos o mordam ou chupem.
Não esquente comida no microondas dentro de em recipientes ou envoltórios plásticos (tampouco de isopor).
Desfaça-se dos recipientes que estejam desgastados ou arranhados.
Não reutilize as garrafas de plástico ao praticar esporte ou para cumprir com seus 2 litros de água diária.
Não morda as canetas e nenhum objeto plástico.


Alimentos que previnem o câncer

Temos hábitos alimentares cada vez mais errados, onde ao invés de comermos alimentos bons para o nosso organismo optamos por consumir alimentos gordurosos e com excesso de sódio, os quais são extremamente prejudiciais a nossa saúde. 

Se quisermos nos manter longe das doenças é importante começarmos a consumir alimentos que proporcionem  benefícios para a nossa saúde. Abaixo segue uma lista com alguns alimentos que previnem o aparecimento do câncer.

Lembrando que o desenvolvimento do câncer pode acontecer devido nossos hábitos alimentares, predisposição genética (casos na família), estilo de vida e condições ambientais. 

Frutas cítricas:
As frutas cítricas possuem terpenos e polifenóis, os quais reduzem a capacidade de reprodução da célula cancerosa. Exemplos: laranja, limão, lima-da-pérsia;

Cebola:
A cebola ajuda no bloqueio das nitrosinas, substâncias tóxicas que causam câncer. 

Frutas vermelhas:
Frutas como morango e framboesa possuem propriedades anticancerígenas que neutralizam, reduzem e reparam as conseqüências da ação oxidativa do estresse e de inflamações. 

Azeite de oliva:
De acordo com estudos realizados pela Universidade de Northwestern (Estados Unidos), o azeite de oliva é capaz de danificar o gene cancerígeno responsável por aproximadamente 30% dos cânceres de mama. 

Soja:
A soja é um grão rico em isoflavona, que inibe a ação das enzimas relacionadas ao desenvolvimento do câncer. 

Verduras crucíferas:
O glicosinolato, presente na couve, no brócolis e no rabanete é responsável pela redução do risco de desenvolvimento de câncer de mama. 


Exemplos de recursos naturais combate o câncer


Cravo-da-índia;
Anis estrelado;
Cacau em pó;
Orégano seco;
Chocolate amargo;
Farinha de linhaça;
Castanha;
Mirtilo;
Alcachofra;
Café;
Morango;
Amora preta;
Ameixa;
Chá preto;
Chá verde;
Maçã;
Vinho tinto;
Iogurte de soja;
Azeitonas pretas;
Espinafre;
Nozes;
Feijões pretos;
Cebola roxa;
Brócolis;
Leite de soja.


Confira também estudos gratuitos para Você !

Eu quero conhecerCLIQUE AQUI  




Você pode gostar de ler:

Crer nas escrituras sagradas


Crer nas escrituras sagradas


Comentário bíblico:

Podemos notar biblicamente que a origem tanto da vontade de Deus como da ação de Deus na vida da humanidade foi cumprida através das suas promessas, mas para quê as suas promessas fossem notórias como verdades bíblicas, para testemunhar, notificar e como provar a verdade que deveria ser cumprida dentro da vontade de Deus tanto nas promessas messiânicas ou seja na vinda do nascimento de Jesus Cristo o Messias prometido no velho testamento, também as promessas de Deus dada aos homens de fé que o próprio Deus chamaria para estabelecer a sua vontade na vida daqueles a qual ele tinha um propósito Divino de salvação e Redenção e transformação de viver uma vida voltada para Deus, teve a necessidade de surgir as escrituras sagradas, pois assim seria notório, tanto para testemunhar como para comprovar a verdade dita pelas palavras e assim seria impossível negar a eficácia dessa verdade Compridas nas escrituras sagradas . muito dessas verdades bíblicas portanto nós vemos os textos bíblicos, como os dez mandamentos dados por Deus a Moisés no Monte Sinai, que foram as exigências de Deus ao povo, teve a necessidade de ser escritas para que o povo nunca se esquecesse e sempre pudesse ser lida ao povo para que assim pudesse ser renovado a todo instante e  assim o povo nunca poderia esquecer nos mandamentos de Deus também nós vemos na Bíblia as profecias proféticas que se cumpriram no Messias Jesus Cristo no Novo Testamento, para isso foi formado o Canon do velho testamento na Alexandria no Egito aonde tinha uma grande biblioteca de livros E esses livros sagrados se encontravam nessa biblioteca, portanto 70 Anciões judeus escribas foram ao Egito para selecionar somente os livros considerados expirados pelas escrituras sagradas e assim foram formados o Velho Testamento que começa de Gênesis até Malaquias. também o Novo Testamento que foram escrito pelos apóstolos de Cristo, também passou por uma rigorosa seleção em Roma muito depois da perseguição com o Nero aos cristãos, Líderes Cristãos foram selecionar os Evangelhos do novo testamento de Mateus até João, Atos dos Apóstolos que conta toda a história da Igreja Primitiva, as 13 epístolas de Paulo as cartas Gerais que foram destaque os Apóstolos como Pedro, Tiago irmão de Jesus, Judas irmão de Jesus, E João a qual foram selecionados três das suas epístolas para igreja e o apocalipse que significa Revelação.


O significado do temor de Deus


O significado do temor de Deus

o mandamento Geral de temer ao Senhor e inclui uma variedade de aspectos do relacionamento entre os crentes e Deus.

  1. é fundamental, no temor a Deus, reconhecer a sua santidade, justiça e retidão como complemento do seu amor e misericórdia, conhecer e compreender plenamente quem ele é provérbios 2.5 esse temor baseia-se no reconhecimento que Deus é um Deus santo, cuja natureza e endereço ou leva a condenar o pecado.

A promessa revelada do salmista 122


A promessa revelada do salmista 122

Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam. Salmos 122:6


A promessa bíblica do salmista 122 concernente a Jerusalém está bem clara quando o salmista fala a palavra `` prosperarão aqueles que te amam `` Esse salmo foi titulado a Davi o rei que governou todo Israel, que era filho de Jessé,  esse era bem antes um simples pastor de ovelhas e cuidava do rebanho de sei pai, mas Davi foi escolhido por Deus para ser rei em Israel na ocasião em que Saul foi escolhido pelo povo para ser rei em Israel mas foi rejeitado e reprovado por Deus pela sua desobediência, vindo a Davi ficar no seu lugar como Rei depois da morte de Saul, o profeta Samuel, que operava entre o povo como Juiz, Sacerdote e profeta foi enviado por Deus a ungir a Davi e a partir daquele momento em diante o Espirito de Deus estava na vida de Davi, sabemos que biblicamente Deus escolheu a geração da semente de Davi para enviar a Jesus Cristo o salvador do mundo, Jose marido de Maria que foi escolhida por Deus para gerar a Jesus era da geração de Davi, Depois que o Espirito de Deus se apoderou de Davi esse foi muito inspirado na parte do louvor, em vários salmos Davi escreveu seus salmos em forma de cântico inspirado por Deus esse salmo 122 faz parte do cântico dos degraus de Davi, ou seja um salmo em forma de louvor, Davi foi o fundador de Jerusalém que foi titulado também como Sião, Jerusalém moderna cresceu para muito além dos limites da Cidade Antiga. De acordo com a tradição bíblica, o rei Davi conquistou a cidade dos jebuseus e estabeleceu-a como a capital do Reino Unido de Israel, enquanto seu filho, o rei Salomão, encomendou a construção do Primeiro Templo. 

JERUSALÉM
Jerusalem infobox image.JPG


SITUAÇÕES HISTÓRICAS DE JERUSALÉM

Jerusalém a cidade abençoada de Deus foi um lugar bem destacado na época do velho testamento como na época de Jesus e dos apóstolos, pois em todo o mundo foi conhecido como o lugar de adoração a Deus, a casa de oração, que inclusive antes de Jesus estabelecer o seu ministério por completo eventualmente depois da sua morte e ressurreição, Jerusalém era conhecido como o único lugar para se buscar e adorar a Deus, esse destaque de Jerusalém até nos dias de hoje é notório, pois Jerusalém, os muros das lamentações de Jerusalém, enfim a terra prometida a Israel no velho testamento, como também o lugar a onde o salvador do mundo pisou na terra, Deus Emanuel, Deus conosco, O DEUS QUE PISOU NA TERRA DE JERUSALÉM, ficou também formosa pelos cristãos que a todo instante visitam a Jerusalém em Israel, mas no entanto Jesus estabeleceu um cultuamento bem muito superior a somente adorar a Deus em Jerusalém, pois Jesus antes da sua morte e ressurreição disse para a mulher samaritana, olha mulher está chegando o tempo em que não é somente em Jerusalém que se vai adorar a Deus, mas a onde ou seja em qualquer lugar do mundo, que estiver dois ou três reunidos em meu nome ali estarei no meio deles, claramente Cristo estaria no meio dos cristãos através do seu Espirito Santo maravilhoso.

Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar.
Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai.
Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.
Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. 
João 4:20-24 

 Jerusalém foi uma cidade que sofreu inúmeros ataques de estrangeiros tudo por causa da desobediência do povo de Deus Israel, podemos começar a partir de Nabucodonosor que foi um homem levantado por Deus para jugar o povo de Jerusalém, por causa dos seus pecados do povo, em adoração a ídolos, sacrifícios de crianças a ídolos, rejeição continua do povo aos mandamentos de Deus, levou muitos mortos e outra parte levada para Babilônia, segundo a profecia de Jeremias ficaram cativos durante 70 anos na babilônia, os babilônicos levaram utensílios, o ouro que Salomão tinha ajuntado em Jerusalém, levou até mesmo vasos sagrados da casa de Deus para a babilônia, Mas Deus nunca esquecia do seu povo, pela sua aliança feita a Abraão, terminado os 70 anos de cativo através do rei Ciro da Pérsia foi libertado o povo para voltar a Jerusalém e reconstruir novamente o templo de Deus. 

Jerusalém no tempo de Jesus também sofreu consequências de invasão de estrangeiros os romanos tudo por causa da sua rejeição Messiânica de Cristo Jesus, e o próprio Jesus profetizou que em Jerusalém não ficaria pedra sobre pedra, pois Jerusalém seria derrubada pelos romanos.   

 Je­sus dis­se-lhes: “Vês tu­do is­to, to­das es­tas gran­des cons­tru­ções? Em ver­da­de vos di­go: di­as vi­rão em que não fi­ca­rá pe­dra so­bre pe­dra que não se­ja der­ru­ba­da!”
(Evan­ge­lhos de: Ma­teus, cap. 24, vv. 1 e 2 – Mar­cos, cap. 13, vv. 1 e 2 – Lu­cas, cap. 21, vv. 5 e 6).
O tem­plo de Je­ru­sa­lém foi a con­cre­ti­za­ção de um de­se­jo do rei Da­vi, que pro­vi­den­ci­ou tu­do pa­ra que o seu fi­lho Sa­lo­mão pu­des­se cons­truí-lo.
O tem­plo de Je­ru­sa­lém foi edi­fi­ca­do por Sa­lo­mão (1005 a.C.), de­pois re­cons­tru­í­do por Za­ro­ba­bel (515 a.C.) e, pos­te­rior­men­te, res­tau­ra­do por He­ro­des, o Gran­de, a par­tir de 20 a.C..
O pri­mei­ro tem­plo de Je­ru­sa­lém foi cons­tru­í­do no cu­me do Mon­te Mo­riá, on­de Abra­ão ofe­re­ceu Isa­que co­mo sa­cri­fí­cio, mas foi des­tru­í­do por Na­bu­co­do­no­sor II, rei da Ba­bi­lô­nia, em 587 a.C. (2Reis, 25; 2Crô­ni­cas,36 e Je­re­mi­as, 52).
O se­gun­do tem­plo foi re­cons­tru­í­do de­pois que os ju­deus re­tor­na­ram do ca­ti­vei­ro da Ba­bi­lô­nia. 500 anos de­pois, o tem­plo, des­gas­ta­do por cau­sas na­tu­ra­is e ata­ques de ini­mi­gos, foi res­tau­ra­do por He­ro­des, o Gran­de, ten­do sua res­tau­ra­ção con­cluí­da em 64 d.C. No en­tan­to, em 70 d.C, o tem­plo foi des­tru­í­do por Ti­to, fu­tu­ro im­pe­ra­dor de Ro­ma, e até os di­as atu­ais não mais foi re­cons­tru­í­do.
Se­gun­do o his­to­ri­a­dor Flá­vio Jo­se­fo, em sua obra Guer­ra dos Ju­deus (VI, 9.3), cer­ca de 1.100,000 ha­bi­tan­tes fo­ram as­sas­si­na­dos du­ran­te o ata­que ro­ma­no a Je­ru­sa­lém. Je­sus sa­bia que a ci­da­de se­ria de­vas­ta­da no ano 70 d.C e por is­so dis­se: “Não fi­ca­rá pe­dra so­bre pe­dra que não se­ja der­ru­ba­da (Lu­cas, 21:6).

A du­as des­tru­i­ções do tem­plo co­in­ci­dem com as du­as des­tru­i­ções de Je­ru­sa­lém, ci­da­de que foi ber­ço da fé em Deus, or­ga­ni­za­da co­mo ci­da­de há 2.600 anos a.C. e fun­da­da por Sem, Fi­lho de Noé. No en­tan­to, foi pal­co de atro­ci­da­des con­tra os que fa­la­vam em no­me de Deus. Je­ru­sa­lém pros­se­gue co­mo sen­do pon­to de con­fli­tos re­li­gi­o­sos, em­bo­ra se­ja a ci­da­de sa­gra­da dos ju­deus, cris­tã­os e mul­çu­ma­nos.
O his­to­ri­a­dor Flá­vio Jo­se­fo nar­ra a res­pei­to da res­tau­ra­ção do tem­plo de Je­ru­sa­lém por He­ro­des, o Gran­de ou o idu­meu, no ano 20 a.C., e o des­cre­ve com sin­gu­lar pre­ci­são em sua obra His­tó­ria dos He­breus (CPAD, Li­vro Dé­ci­mo Quin­to, ca­pí­tu­lo 14)
“He­ro­des em­pre­gou mil car­re­tas pa­ra tra­zer as pe­dras, re­u­niu to­do o ma­te­ri­al, es­co­lheu dez mil ope­rá­rios dos me­lho­res e so­bre eles cons­ti­tu­iu mil sa­cri­fi­ca­do­res, ves­ti­dos às su­as cus­tas, in­te­li­gen­tes e prá­ti­cos nos tra­ba­lhos de pe­drei­ro e car­pin­tei­ro. […] A fren­te des­se so­ber­bo edi­fí­cio pa­re­cia a de um pa­lá­cio re­al; as du­as ex­tre­mi­da­des de ca­da fren­te eram mais bai­xas que o cen­tro e es­se cen­tro era tão al­to que os que es­ta­vam em fren­te do tem­plo ou que pa­ra lá se di­ri­gi­am, po­di­am vê-lo, em­bo­ra es­ti­ves­se mui­to lon­ge, de vá­rios es­tá­di­os, mes­mo. A ar­qui­te­tu­ra dos pór­ti­cos era qua­se se­me­lhan­te ao res­to; vi­am-se ta­pe­ça­rias es­ten­di­das de di­ver­sas co­res, ador­na­das de flo­res de púr­pu­ra, com co­lu­nas en­tre elas, nas cor­ni­jas, das qua­is pen­di­am ra­mos de vi­dei­ra de ou­ro, com seus ca­chos e su­as fo­lhas tão bem tra­ba­lha­dos que nes­sas obras, tão ri­cas, a ar­te na­da fi­ca­va a de­ver à na­tu­re­za”.
Pas­to­ri­no, (Sa­be­do­ria do Evan­ge­lho, vol. 7) tam­bém ci­ta Flá­vio Jo­se­fo (Bel­lum Ju­dai­cum, 5, 5, 6):
“Tu­do o que ha­via no ex­te­ri­or do tem­plo ale­gra­va os olhos, en­chia de ad­mi­ra­ção e fas­ci­na­va o es­pí­ri­to: era to­do co­ber­to de lâ­mi­nas de ou­ro tão es­pes­sas que, des­de o al­vo­re­cer, se fi­ca­va tão ofus­ca­do quan­to pe­los pró­prios rai­os so­la­res. Dos la­dos em que não ha­via ou­ro, tão bran­cas eram as pe­dras que es­sa mas­sa so­ber­ba pa­re­cia, de lon­ge, aos es­tran­gei­ros que o não co­nhe­ci­am, uma mon­ta­nha co­ber­ta de ne­ve”.
Ain­da se­gun­do Pas­to­ri­no, Jo­se­fo (Bell. Jud. 5.5.1-2 e Ant.Jud. 15.11-3) in­for­ma que o tem­plo foi des­tru­í­do em “9 de agos­to de 70 e que Ti­to fez tu­do pa­ra sal­var o tem­plo da des­tru­i­ção”. Con­tu­do, as or­dens de Ti­to pa­ra pre­ser­var o tem­plo fo­ram de­sa­ten­di­das por­que os sol­da­dos es­ta­vam en­ra­i­ve­ci­dos con­tra os ju­deus. “De­pois que uma to­cha, lan­ça­da por um sol­da­do, ini­ciou o in­cên­dio” que se pro­pa­gou ra­pi­da­men­te, Ti­to na­da mais fez pa­ra evi­tar a des­tru­i­ção do tem­plo. Es­sa ver­são his­tó­ri­ca po­de pa­re­cer sus­pei­ta pa­ra li­vrar o go­ver­no ro­ma­no da res­pon­sa­bi­li­da­de da des­tru­i­ção do tem­plo, cen­tro de fé dos ju­deus, mas es­sa hi­pó­te­se não pa­re­ce plau­sí­vel por­quan­to mais ex­pres­si­va foi a de­vas­ta­ção de Je­ru­sa­lém, ci­da­de sa­gra­da dos ju­deus.
Ao sa­ir do tem­plo, os dis­cí­pu­los de Je­sus ad­mi­ra­ram a sua res­tau­ra­ção. Na épo­ca de Je­sus, o tem­plo ain­da es­ta­va em re­for­mas e cons­tru­ções, as qua­is se­ri­am con­cluí­das no ano 64.
Os evan­ge­lhos não re­ve­lam qual dis­cí­pu­lo se di­ri­giu ao Mes­tre pa­ra elo­gi­ar as pe­dras e as cons­tru­ções do tem­plo, mas de­ve­ria ser dis­cí­pu­lo pró­xi­mo.
Ao pro­fe­ti­zar a des­tru­i­ção do tem­plo de Je­ru­sa­lém, Je­sus não des­con­si­de­rou a en­ge­nha­ria ou a ar­qui­te­tu­ra de seu tem­po, mas ta­ci­ta­men­te quis res­sal­tar o tem­plo do es­pí­ri­to que é in­des­tru­tí­vel e é on­de se de­ve er­guer o al­tar res­plan­de­cen­te de uma con­sci­ên­cia pa­ci­fi­ca­da pe­lo de­ver mo­ral cum­pri­do.
O tem­plo de Je­ru­sa­lém res­tau­ra­do por He­ro­des foi uma ma­no­bra pa­ra con­quis­tar a sim­pa­tia do po­vo de Is­ra­el pa­ra seu rei­na­do e não por­que es­ta­va dis­pos­to a ho­me­na­ge­ar o Deus de Abra­ão. Ele não ti­nha le­gi­ti­mi­da­de ju­dai­ca e que­ria com­pen­sar es­se fa­to por meio de uma ma­jes­tá­ti­ca ho­me­na­gem à fé is­ra­e­li­ta.
Ao lon­go da es­ca­la­da evo­lu­ti­va ter­re­na, o ser hu­ma­no sem­pre con­si­de­rou a im­por­tân­cia de de­mons­trar sua fé por meio de ima­gens, tem­plos, ri­tu­ais e pro­ce­di­men­tos ex­ter­nos que pu­des­sem agre­gar mais de­vo­tos. Con­tu­do, quan­to mais evo­luí­do é o es­pí­ri­to, mai­or se­rá a ne­ces­si­da­de de uma vi­da in­te­ri­or in­ten­sa e con­dig­na com sua na­tu­re­za eter­na e in­des­tru­tí­vel.
A de­vas­ta­ção do tem­plo de Je­ru­sa­lém, o mais be­lo e sig­ni­fi­ca­ti­vo tem­plo re­li­gi­o­so cons­tru­í­do pe­la ar­qui­te­tu­ra hu­ma­na ao lon­go da his­tó­ria, bem re­pre­sen­ta uma men­sa­gem da Lei Na­tu­ral de Ado­ra­ção aos que cul­tuam Deus so­men­te pe­las apa­rên­cias, bus­can­do su­as gló­rias e am­bi­ções. No ano 70, seis anos de­pois de sua con­clu­são, em 64, o tem­plo foi des­tru­í­do por uma re­be­li­ão de sol­da­dos ro­ma­nos que se re­vol­ta­ram con­tra os ju­deus que não as­si­mi­la­ram a fé que de­fen­di­am.
CONCLUSÕES FINAIS
Enquanto o Messias Jesus Cristo prometido ao mundo e a seu povo de Israel não descer novamente em Jerusalém para reinar sobre o povo de Israel, as bençãos de Deus estará sobre a Jerusalém terrena, pois está escrito em apocalipse que Cristo vai reinar sobre a terra durante mil anos, ( O reinado Milenar de Cristo ) E depois de cumprido todas essa coisas só nos restará a Jerusalém celestial, que o apostolo Paulo chama de mãe de todos nós, Mas a Jerusalém que é de cima é livre; a qual é mãe de todos nós. Gálatas 4:26, Jerusalém que é de cima é a cidade santa Sião que é livre de todo o conflito humano e deliberado, é a Jerusalém santa a onde reina verdadeiramente a Justiça de Deus, a onde tudo será perfeito, a onde não tem morte, nem dor, sofrimento algum ou pranto. 
E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido.
E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.
E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. 
Apocalipse 21:2-4

Eu quero obter estes Estudos: CLIQUE AQUI 



Você pode gostar de ler:


Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRANSLATION

ESTATÍSTICA

Curta nossa Fan Page !

Para baixar e-books grátis, basta se cadastrar abaixo: você receberá no seu e-mail um link para fazer download.

Digite seu E-mail:

Delivered by FeedBurner

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

LIVROS DIGITAIS PARA BAIXAR


Labels