2010 ~ MISSÕES CRISTÃO

HERESIAS DA IGREJA DOS MORMONS OU SANTOS DOS ULTIMOS DIA



VEJA NESSE VÍDEO AS TERRÍVEIS HERESIAS MÓRMONS , LEVANDO SEUS PENSAMENTOS EM LIBERTINAGEM SEXUAL TANTO A DEUS COMO AOS HOMENS.

Joseph Smith - Mártir ?

Fonte: Investigações sobre a igreja Mórmon (SUD)



Um dos mitos do mormonismo é que Joseph Smith foi um cordeiro para o abatedouro e, portanto foi um mártir que morreu devido ás suas crenças religiosas.

Façamos um breve estudo aqui, e posteriormente, os detalhes de sua prisão e assassinato serão discutidos.

No Webster online, a definição de mártir é: 

1: uma pessoa que sofre voluntariamente a morte como pena de testemunhar e se recusar a renunciar a uma religião

2: a pessoa que sacrifica algo de grande valor e, especialmente, a própria vida por causa do principio.

3: Vítima, especialmente; um grande ou constante sofredor

Nenhuma dessas definições se aplicam ao caso de Joseph Smith. Ele não escolheu sofrer voluntariamente por suas crenças religiosas, mas ele estava na prisão porque:

Ele ordenou a destruição ilegal de uma imprensa e de todo local que havia publicado um jornal, ( Nauvoo Expositor ) expondo os seus segredos: a prática ilegal da poligamia, e a sombra de um governo ilegal de Joseph que estava formando.

Para evitar sua prisão sob acusação de incitar tumulo por causa de sua ordem de destruição do Nauvoo Expositor, ele ilegalmente organizou uma milicia, a Legião de Nauvoo, para evitar a entrada da justiça do estado em Nauvoo para prende-lo.

Quando sua prisão parecia eminente, Smith fugiu do estado. Ele foi persuadido a retornar e enfrentar a justiça quando sua esposa e os amigos o chamaram de covarde por fugir.

Enquanto na cadeia de Carthage, ele permitiu que duas armas de fogo lhe fossem entregue para sua proteção ( foto ), Mártires não revida, mas escolhem a morrer por suas crenças.



Enquanto na prisão, temendo que os vigilantes os matassem, Smith enviou uma ordem para Jonathan Dunham, o comodante da Legião de Nauvoo, que desafiasse a lei estadual, marchasse até Carthage, e os resgatasse, Dunham recusou-se obedecer a ordem ilegal de Smith. Mártires não tentam escapar de seu destino, eles se resignam a morrer por suas crenças.

Quando a multidão invadiu a cadeia de Carthage, Smith atirou em três homens, sendo que dois posteriormente morreram por causa das complicações do ferimento.

Uma quarta bala só não foi disparada porque a arma de Smith falhou. Essa versão foi contada detalhadamente por John Taylor.

Quando a multidão invadiu a cadeia o último ato de Smith foi ir até a janela e tentar expressar sinal maçonico de afilação, levantando os dois braços no ar e gritando:

Ò senhor, meu Deus! Não há esperança para o filho da viúva? 

Essa chamada supostamente faz com que seus colegas maçons próximos venham em seu auxilio. Uma vez que Smith já havia enviado a ordem a Dunham para vir resgatá-los, e a maioria dos membros da Legião de Nauvoo eram membros da loja Maçônica de Smith, ele esperava que alguns deles ou outros maçons na multidão estivessem lá para resgata-los. Mas não estavam. Smith foi morto antes mesmo que pudesse terminar de proferir a chamada socorro.

 


Nota:

Todas as ações de Smith, em seus últimos dias mostram que ele trabalhou desesperadamente para evitar o seu destino. Mártires não procuram evitar o seu destino, eles se resignaram a ele.

E Smith morreu por suas crença princípios nobres; ele foi assassinado por uma multidão vigilante e indignada por causa de suas numerosas ofensas contra a lei e a sociedade, como a poligamia, poliandria e destruição do Nauvoo expositor, portanto, Joseph Smith não foi um Mártir.


>>> Voltar para heresias religiosas




Gostaria de deixar um breve comentário seu por aqui ?


Você pode gostar de ler:

A ONDE VOCÊ PASSARÁ A ETERNIDADE?



o vídeo acima se ouve os sons das almas das pessoas que os cientistas ouviram e gravaram essa descoberta cientifica 14.000 km abaixo da terra pelo buraco.



nesse vídeo acima se mostra uma parábola de Jesus acerca de dois homens que morreram, um temente a Deus e o outro não temente a Deus, ambos morrem e vão para destinos diferentes que se tona irreversível para sair daquele lugar. uma vai para seio de abraão e o outro vai para o inferno. Lucas: cap: 16 v: 19 















Vozes do inferno: cientistas chegam às portas do inferno!



Cientista Responsável pela Equipe de pesquisa na Sibéria. 



Tudo teria acontecido na Sibéria, em 1989, num lugar indeterminado e sem nome: perfuratriz encontra o inferno! a equipe de amedrontados geólogos.

Como sempre ocorre nessas histórias estapafúrdias, o local da ocorrência fica muito longe o que impede as pessoas de irem até lá confirmar o fato.

O lugar chamado Sibéria fica na Rússia, é muito frio e corresponde a cerca de 77% do seu território. (É lá que fica a cidade de Irkutsk, a cidade mais fria do mundo.)

Por motivos não esclarecidos na mensagem – se buscavam petróleo ou outra coisa –, eles usavam uma poderosa perfuratriz e já estavam com a broca a 14.000 metros de profundidade. De repente, a broca deixou de encontrar resistência e começou a girar livremente. Os geólogos da expedição imaginaram haver encontrado um bolsão oco: o centro da Terra.

O Dr. Azzacove ou Azzacov, conforme a versão, cientista conhecido apenas pelo enorme buraco que teria cavado no chão da Sibéria, ficou surpreso com a descoberta.
Foto Ilustrativa do buraco cavado pelo cientistas na Sibéria - Rússia.



Segundo o relato, aos 14.000 metros de profundidade a temperatura encontrada foi de 2.000 graus Fahrenheit (1.093 graus Celsius). Apesar de tanto calor, os cientistas conseguiram introduzir, através da sonda, um microfone e ficaram pasmos com o que escutaram.

Só pra início de conversa: se houvesse geólogos nessa história, eles saberiam que o diâmetro do nosso planeta é de bem mais de 28 km. Os 14 km supostamente atingidos, portanto, nada significariam diante do diâmetro da Terra que é de 12.756 km.

Ao analisar as fitas gravadas com os estranhos sons os cientistas ouviram gritos horríveis. Eram vozes pedindo água e misericórdia.

Mais "estudos" e logo eles interpretaram os sons como sendo gemidos e lamentos das almas dos ímpios, almas penadas, almas condenadas ao fogo eterno. E onde estariam essas almas penadas, condenadas, perdidas e recém-achadas?

Que pedissem por misericórdia, até que seria coerente, pois misericórdia é um "sentimento doloroso causado pela miséria de outrem" (Caldas Aulete) e bem adequado ao estado em que as almas condenadas encontravam-se.

Tudo foi publicado por um conceituado (!) jornal finlandês de nome Ammennusatia, Ammennusastia ou Ammenusastia. Ao procurar no Google por esse famoso jornal, ele aparece apenas nas referências ao enorme buraco que teria chegado ao inferno.


    A foto da direita mostra a fachada do prédio onde se instalaram a equipe de cientistas e os equipamentos de prospecção.    
                                                   



    A foto da esquerda é de péssima qualidade e não permite identificar com precisão a geringonça mostrada.







      Conclusões provisórias:

    * não havia geólogos em tal suposta prospecção. Se houvesse, eles teriam informações sobre a composição e espessura da crosta terrestre; * tanto o nome do geólogo responsável pelo buraco, o Dr. Dimitri Azzacove ou Dimitri Azzacov como o nome do jornal finlandês eles apenas são conhecidos por conta da suposta descoberta; * não dá para imaginar que a temperatura tenha chegado, de repente, aos quase 1.100 graus Celsius. Alguns metros acima do inferno (?), a temperatura já teria chegado aos 1.000 graus. Mesmo assim, a broca e a sua haste de sustentação não fundiram nem se tornaram maleáveis e continuaram o serviço; * o microfone não fundiu certamente porque fora especialmente preparado para a missão, não a de descobrir o inferno, mas a de ouvir os sons dos movimentos das placas tectônicas. De qualquer forma, fica a pergunta: a que distância da "porta do inferno" o microfone teria chegado?
    .O assunto precisa ser analisado com cautela, antes de darmos ampla divulgação nas igrejas. Não me parece fácil aceitarmos a ideia de que o inferno, possa, doravante, ser acessado por qualquer pessoa, bastando que possua o equipamento necessário.

Se admitirmos a literalidade na interpretação de alguns textos bíblicos (Efésios 4.9: regiões mais baixas da terra ; Jó 38.16: Profundo abismo ; Apocalipse 19.20; 20.15; 21.8: Lago de fogo e enxofre ; Marcos 9.43; Isaías 66.24: Fogo que não se apaga ) e formos levados ao entendimento de que o inferno é um lugar físico, devemos entender que esse lugar é no profundo abismo, onde o fogo nunca se apaga.


Ainda que válida a interpretação literal, esse lugar de suplício eterno não se encontraria tão próximo da superfície terrestre, e vulnerável, que uma sonda de um cientista ateu pudesse descobri-lo.

A morte é inevitável

Morrem no mundo 120 milhões de pessoas por ano,10 milhões por mês ,334 por dia,13.916 por hora e 232 por minuto. Quantos de seus descendentes já morreram? Tantos que você nem sabe. Morreram amigos de infância e colegas de escola,morreram parentes e companheiros de trabalho. Tu és pó e em pó hás de tornar. Gênesis cap. 3 v 19 Porquanto está ordenado que os homens morram uma só vez vindo depois disso o juízo. Hebreus cap. 9 v 27 O salário do pecado é a morte. Romanos cap. 6 v 23 O Senhor Jesus Cristo ensinou em Lucas cap 16 v 19 - 31 que na eternidade , apenas DOIS LUGARES existem. um de sofrimento e outro de gozo. Ambos são eternos,definidos e incomunicáveis. Depois da morte não há possibilidade de alguém salvar a sua alma.Do céu ninguém passará para o inferno,nem nem do inferno para o céu. Também de qualquer deles,ninguém poderá voltar a este mundo.

JESUS MORREU PARA SALVAR OS PECADORES

Crucificado entre dois salteadores,porque ele salvou a um e não pode salvar o outro? Porque dos ladrões um pode ser salvo e o outro não ?

1 Porque somente o primeiro reconheceu o próprio pecado e o confessou diante de Jesus.

2 Reconheceu que Jesus era inocente e sofria na cruz pelos nossos pecados.

3 reconheceu que estava perdido.

4 Fez uma fervorosa súplica nestes termosJesus lembra de mim quando entrares no teu reino ! Então Jesus respondeu aquele homem. Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraísoVocê também pode ser salvo ! Lucas cap. 23 v 39 - 43.

ESSA BENÇÃO É DOM DE DEUS

Por dia mais de 60.000 pessoas de todas as raças línquias e nações , estão se voltando buscando Jesus.

JESUS SALVA DO INFERNO OS QUE NELE CONFIAM.

CREIA.

-------------------------------------------------------------------

Observando bem sobre a verdade Espiritual 


Comentário Missionário Samuel Jacó

Meus amados, como está escrito em I Corintios cap: 2 v:13,14,15 16 o homem natural não pode compreender as coisas espirituais porque lhes parecerem loucura e não pode entender - las pois são naturais. Jesus usou comparações naturais (matéria) Geena, Sheol, para exemplificar o real sentido espiritual eterno (não matéria  pois em sua tradução os Adventista, Testemunhas de Jeová, Mórmons etc, interpretam de forma natural, Diferente do Catolicismo que aceita a realidade do castigo eterno inferno ou hades morada daqueles que morreram fisicamente em pecados, Porém eles erram no purgatório  pois não existe essa palavra ou vocabulário  na bíblia sagrada e eles acham que depois de purificados no tal purgatório as almas poderão sair do tormento eterno. Pois bem só será possível aceitar realmente a realidade ensinada por Jesus que existe um castigo eterno para os pecadores, e para os salvos em Jesus lá no mundo espiritual na eternidade como descanso, Mateus cap: 25 v: 34 - 41 somente para aqueles que tiverem um real encontro com o Senhor Jesus o único através  do seu Espirito Santo que poderá lhes saber sobre Essa terrível realidade que não pode ser mudada pois já foi proclamada por Deus desde da fundação da terra ou seja não é qualquer um que pode entender sobre essa terrível verdade escrita pois lhes parece loucura! lembrando o que está escrito em Hebreus cap: 10 v: 31 horrenda coisa é cair na mãos do Deus vivo! em Mateus palavra simbólicas do Profeta João Batista, levado para a realidade espiritual ele diz em Mateus cap 3 v 12 em sua mão tem a pá e limpará a eira e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que (nunca se apagará!) vejam aqui pessoal o Profeta fala claramente que o fogo (nunca se apagará !) que na interpretação de homens naturais de hoje acham que o fogo vai se apagar ou aniquilação se restinguir.


Pois bem a interpretação citados pelos seus interpretadores merecem mais naturalidade de compreensão do que uma real e verdadeira compreensão espiritual dada por Jesus e João Batista !!!



Gostaria de deixar um breve comentário seu por aqui ?

vagas de empregos





Faça já o seu cadastro gratuitamente, e escolha qual o seu Estado, e divulgue já clicando abaixo no acesse aqui; divulgue gratuitamente o seu currículo e saia do desemprego !


Tenha uma boa sorte !!






Gostaria de deixar um breve comentário seu por aqui ?



Você pode gostar de ler:

EM BRASILIA O MISSIONÁRIO R.R. SOARES ENCONTROU COM O PRESIDENTE LUIS INACIO LULA DA SILVA E ENTREGOU LHE UMA MENSAGEM DE FÉ



Em recente encontrou com o presidente Luis Inácio da Silva, em Brasilia o missionário R.R. Soares entregou - lhe uma mensagem de fé, falou sobre o crescimento do evangelho que já esta alcançando 1 bilhão de pessoas no mundo e destacou que Lula é chefe de uma nação com mais de 30% de evangélicos. 



Governo americano divulga relatório anual sobre a liberdade religiosa e elogia o brasil

A secretária de estado americano, Hillary Clinton, apresentou o relatório anual do governo sobre a liberdade religiosa no mundo.O documento que analisa as restrições abusos e melhoras para garantir a diversidade de culto,serve como balizador para a politica externa dos estados unidos nessa área.O relatório aponta novamente Mianmar ,China e Irã como os países que cometem severas violações contra a liberdade religiosa,ao lado de nações como Sudão , Eritreia ,Coreia do Norte , e Arabia Saudita.O relatório destaca ainda que os maiores abusos acontecem em países com estritos regimes autoritários que controlam a religião como parte da vida civil.O levantamento cita o caso de Mianmar ,onde somente budistas tem acesso a cargos públicos.Já na comunista Coreia do Norte ,milhares de pessoas estão presas em campos de concentração por sua convicção religiosa.As informações sobre a America Latina dizem que a liberdade religiosa é amplamente respeitada,com exerção de Cuba,ainda fechada sob o regime castrista,e Venezuela ,de onde vem relatos de discriminação contra grupos religiosos não alinhados contra ao presidente Hugo Chávez,como os judeus e setores progressistas da Igreja Católica. Hillary citou o Brasil como bom exemplo de avanços,mencionando a criação de leis e instrumentos de denúncia contra a intolerância religiosa.

VINTE ANOS APÓS O FIM DO COMUNISMO GOVERNO RUSSO ESTUDA NOVAS AÇÕES RESTRITAS A AÇÃO EVANGELÍSTICA.

Duas décadas depois do colapso do regime comunista,a Rússia anuncia novas medidas restritivas á pratica religiosa.De acordo com a agencia de noticias KNA,o ministério da justiça russo pretende implementar emendas á chamada Lei sobre a liberdade de consciência e as associações religiosas,em vigor desde 1997 e que já dificulta a instalação de novas igrejas que não sequem ritos tradicionais no país,como a igreja ortodoxa,o islamismo e o budismo afetando principalmente as denominações pentecostais.Agora a ideia do governo é proibir a ação dos ministros de culto fora do âmbito de suas comunidades religiosas, o que em tese vai impedir o evangelismo.Comunidades protestantes já se levantaram contra o projeto,que tem o apoio do clero ortodoxo,confissão majoritária na Rússia.Segundo o Patriarcado de Moscou,muitos cidadãos sentem-se importantes pela atividade de certos Missionários e a nova lei vem preencher um vazio jurídico.




Gostaria de deixar um breve comentário seu por aqui ?



Você pode gostar de ler:

No céu, os salvos se reconhecerão e se lembrarão da vida terrena?




Este artigo foi escrito por meu amigo e irmão em Cristo Lucas Bezerra Leal, ele surgiu de um questionamento feito em uma aula de teologia que nós assistíamos, veio então o desafio de responder à algumas perguntas intrigantes que se seguem com suas respectivas respostas.

Estamos diante de um assunto que desperta muito a nossa curiosidade por se tratar de coisas que dizem respeito ao futuro dos salvos na eternidade. Esses dois questionamentos são muito comuns na mente daqueles que receberam a salvação oferecida por Jesus. Apesar das Escrituras Sagradas não revelarem muito sobre a vida no além, e no Céu especificamente, ela nos traz algumas informações suficientes para desfazer muitas imaginações e até heresias espalhadas por aí. 


Haverá reconhecimento entre as pessoas?

A Bíblia responde essa questão através de exemplos bem claros dados pelo Senhor Jesus Cristo, que mostram que iremos nos reconhecer sim no porvir. Vejamos:

- Em Lucas 16: 19 - 31, Jesus contou a história do rico e Lázaro, que parece ser um fato e não uma parábola. Após a morte, ambos tiveram destinos diferentes. O primeiro, por ser avarento, foi para o tormento no Hades e Lázaro, como era piedoso e temente a Deus foi para o paraíso no Seio de Abraão. O rico "levantou os olhos" e conseguiu reconhecer não só a Lázaro, mas também a Abraão; - Em um determinado momento do ministério de Jesus, ele levou Pedro, Tiago e João a um monte e se transfigurou em glória diante deles e "apareceram Moisés e Elias conversando com Ele". Então Pedro empolgado com a experiência sugeriu: "se queres, levantarei aqui três tendas: uma será tua, outra para Moisés e outra para Elias. Aqui vemos claramente que os discípulos não tiveram dificuldade em reconhecer esses grandes homens de Deus que já tinham partido para a eternidade há muito tempo. Isso está registrado em Mateus 17: 1 – 13;

- Ainda em Mateus 8: 11 o Senhor Jesus afirma: "mas eu vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente e assentar-se-ão à mesa com Abraão, Isaque e Jacó, no reino dos céus". Isso só será possível se tivermos a capacidade de identificá-los e temos certeza que Jesus não estava enganado. Indo mais fundo na questão em apreço, encontramos duas teses que tentam explicar o reconhecimento e identificação entre os salvos nos céus. A primeira diz que serão preservados os traços de personalidade das pessoas e não os traços físicos. Para sustentar essa tese usa-se o relato da transfiguração de Jesus. Ora, se Moisés e Elias viveram centenas de anos antes de Pedro e dos outros discípulos, como eles puderam identificá-los? Isso aponta para o reconhecimento do caráter de ambos, tão conhecidos pelo povo israelense – já que foram grandes heróis da nação. A outra corrente de pensamento ensina que as características fisionômicas serão mantidas. Para dar solidez a esse pensamento, utiliza-se o caso do rico e Lázaro. O texto sagrado diz que o rico reconheceu a Lázaro, dando entender que Lázaro preservava sua feição. Argumenta-se ainda que na transfiguração de Jesus e depois da sua ressurreição, mesmo ele estando glorificado, foi reconhecido pelos discípulos. As duas teses parecem ter coerência. Para justificar a primeira podemos usar os seguintes argumentos: se o céu é um lugar de perfeição, como ficará as pessoas que têm algum defeito físico? Haverá então disparidade de cor de pele? E as diferenças de feição serão enormes, pois uns são altos, outros são baixos, uns morrem ainda criança, outros na velhice, etc. E ainda, se a identificação for por meio de traços físicos, haverá confusão, pois existe pessoas muito parecidas com as outras. Então, a personalidade de cada um, que não se assemelha com ninguém e que é única é deverá prevalecer e todos "serão como anjos de deus no céu".

Por outro lado, entendemos pela Palavra de Deus que a fisionomia humana foi deformada por causa do pecado. Então, no céu ela poderá voltar ao seu estado original de perfeição e ser mantida. Podemos levar em consideração ainda que todos os salvos estão em busca da perfeição de caráter. Mas como isso não será possível aqui, ele só conseguirá quando chegar ao céu. Assim, as personalidades de todos serão perfeitas e conseqüentemente iguais. Então o diferencial dos salvos será o corpo, que já estará pleno. Surge uma outra indagação que corrobora o pensamento, se o corpo não fosse tão importante e um diferencial no céu, por que então Cristo ressuscitá-lo de forma incorruptível? Analisando por esse ângulo, a segunda interpretação pesa mais.

Haverá memória da vida terrena?


Ao percorrermos os ensinamentos da Palavra de Deus podemos entender que a memória das coisas que aconteceram nessa dimensão é indispensável para a continuidade da existência do homem no porvir. Porém, nesse aspecto da vida na eternidade existem algumas interpretações baseadas inclusive em textos bíblicos, que por não serem analisados de forma mais aprofundada e pelos originais, acabam se tornando heresias. Vejamos primeiro alguns textos que são interpretados erroneamente e que aparentemente contradizem a postura mencionada acima. Depois partiremos para textos sagrados que enfatizam mais diretamente o assunto e raciocínios que esclarecem melhor essa realidade. Eclesiastes 9:5, dá entender e alguns até concluem isso, que após a morte não há lembrança de nada e todos ficam em profunda inconsciência. Vejamos a afirmação de Salomão: “Porque os vivos sabem que hão morrer, mas os mortos não sabem de coisa nenhuma, nem tão pouco terão recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento”. Para assimilar essa passagem é necessário analisá-la minuciosamente e ver o seu contexto.

Os apologistas Normam Geisler e Thomas Howe fazem uma excelente explanação acerca deste texto. Senão, vejamos: “Aparentemente Salomão parece estar dizendo que os mortos não tem mais noção de nada. O salmista disse: “Pois na morte não há recordação...”, As passagens que dizem que não há conhecimento ou lembrança após a morte estão falando de não haver memória neste mundo, e não de que não há memória deste mundo. Salomão esclareceu seu comentário dizendo: “porque na sepultura, para onde tú vais, não há... conhecimento” (Ec. 9:10, SBTB), deixando claro que é na sepultura que não há lembrança de nada. Ele afirmou também que os mortos não sabem o que se passa “debaixo do sol”. Em resumo, estes textos referem-se simplesmente ao homem nesta vida presente – eles nada dizem respeito a vida futura, após esta que vivemos” (Manual Popular de Dúvida, Enigmas e Contradições da Bíblia). Se pararmos pra pensar, veremos que será necessário que a memória do salvo permaneça no céu. Pra começar, ele precisa saber porque foi salvo, porque chegou lá. Depois ele será julgado e como disse Russel Shedd: “Já que haverá julgamento, teremos lembrança da vida na terra”. Isso é solidificado em 2Co 5:10 “Pois é necessário que todos nós sejamos manifestos perante o Tribunal de Cristo, para que cada um ganhe de acordo tiver feito por meio do corpo, seja bem, seja mal”. Observe que Paulo está dizendo que os salvos serão julgados de acordo com as obras que tiver feito por meio do corpo, aqui na terra. Para que isso aconteça é preciso que o indivíduo se lembre do que ele fez. Se assim não for, o salvo não saberia porque estava ganhando ou deixando de ganhar galardões. Seria como um demente ser condenado a trinta anos de prisão ou receber uma indenização por algum dano sofrido; isso não significaria nada para ele, como exemplificou um certo Pastor.
Em outras passagens, a Bíblia mostra de maneira mais nítida esse ponto. Em Mateus 17:3 entendemos que as almas estão conversando. Já em Apocalipse 6:9-10 encontramos o texto mais esclarecedor dessa discussão, quando diz: “Quando rompeu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que tinham sido mortos por causa da Palavra de Deus e do testemunho que sustentavam. Elas clamavam em alta voz: Até quando, ó Soberano, Santo e Verdadeiro, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?” Observamos aqui que os salvos estão em atividade e conscientes no céu, a ponto de pedirem vingança ao Senhor pelas mortes cruéis que tiveram.
Conservar a memória no céu é uma questão de identidade. Já pensou como seria o céu, se os seus habitantes – os salvos, não soubessem quem são, a sua história, e nem de onde vieram! Pareceria mais um lugar de desmemoriados, débeis mentais e “zumbis”. O Senhor, de maneira nenhuma, irá desprezar a nossa história terrena, a lembrança do nosso esforço para chegarmos lá, provocando um “apagão” na nossa memória. Dessa forma não valorizaríamos a conquista. Pelo contrário, Ele irá é nos recompensar pela renúncia e dedicação em prol do seu reino e da salvação (Lc 6:22-23).

Mediante essa verdade, surgem outros questionamentos: mas essa memória não nos fará sofrer? Como ficará alguém que sabe que seu ente querido não se salvou? E ainda, qual será a sensação de um salvo ao rever alguém que lhe fez um grande mal (por exemplo, matou alguém da família) e por se arrepender e aceitar a Jesus se salvou?
Para entendermos esse outro ângulo da questão, é necessário atentar para a perfeição da dimensão celeste. Lá na glória, a paz, a felicidade e o gozo envolverá o salvo de forma tão intensa e maravilhosa que ele não de afligirá com o que ficou para trás. Este processo que acontecerá é semelhante, porém muito superior e abrangente, ao que sucede ao homem quando experimenta o novo Nascimento. Ele esquece ”as coisas que para trás ficam” e prossegue “para as que estão adiante” (Fp p 3:13). Ou seja, ele sabe quem foi, o que fez; mas como sabe que tudo aquilo foi perdoado por Deus e que não mais contribuirá para a conquista de sua salvação, ele, com ajuda do Espírito Santo, se liberta desse passado e põe sua visão no presente e no futuro. “No céu não haverá qualquer privação, sofrimento ou tristeza” (Bíblia de Estudo Pentecostal), isso porque “Deus enxugará toda lágrima” (Ap 7:17).


Conclusão:

O ser humano é a obra–prima das mãos de Deus. Ele o valorizou tanto, que quando o fez, colocou espírito e alma como parte imaterial na parte material – o corpo. E estes três elementos viverão na eternidade. O espírito e alma entram na esfera eterna após a morte física e o corpo depois da ressurreição. Assim, não faria sentido o Senhor desconsiderar a nossa memória e capacidade de reconhecer as pessoas, fazendo-nos esquecê-las, se a eternidade no céu depende da forma que vivemos aqui.



Gostaria de deixar um breve comentário seu por aqui ?


Você pode gostar de ler:


ASIA GRANDE DESAFIO PARA O EVANGELHO




Asia: Três Religiões - Três Grandes Desafios para o Evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo !


Prefacio Bíblico >  O povo, que estava assentado em trevas, Viu uma grande luz; aos que estavam assentados na região e sombra da morte,A luz raiou. Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus. Mateus 4:16-17


Por Favor Orem: Que Deus através de Jesus Cristo Venha Romper os impedimentos espirituais do mal, da mentira e da religiosidade do engano ! na mente das pessoas e que ele pela sua grande misericórdia venha acrescentar a cada dia aqueles que irão se salvar !!!


Prefacio Bíblico > Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar. Atos 2:47



Abaixo: Progresso do Evangelho Pelo Grupo de Pessoas !


NÃO ALCANÇADOS - FORMATIVO POUCOS - ESTABELECIDO MUITOS -


                                                            https://joshuaproject.net


Gostaria de deixar um breve comentário seu por aqui ?


Você pode gostar de ler:

TRANSLATION

ESTATÍSTICA

CURTIR FACEBOOK

GOOGLE+

Para baixar e-books grátis, basta se cadastrar abaixo: você receberá no seu e-mail um link para fazer download.

Digite seu E-mail:

Delivered by FeedBurner

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Labels