MISSÕES CRISTÃO

Receba no Seu E-mail estudos de acompanhamento Cristão

1. Deus Ama Você !

A BÍBLIA diz, "Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não vá para o inferno, mas tenha a vida eterna".




O DIABO EXISTE ?




O DIABO EXISTE ?

A existência de Satanás é ensinada em sete livros do Antigo testamento - Gênesis, 1 Crônicas, Jó, Salmos, Isaías, Ezequiel e Zacarias, bem como por todos os autores do Novo Testamento e, principalmente, por Jesus. Das vinte e nove passagens sobre o diabo nos Evangelhos, vinte e cinco são citações do próprio Senhor Jesus.

Orações pelos cristãos no mundo



Orações pelos cristãos no mundo

Sobre esse documentário Coreia do Norte, liberdade ou morte é uma Atribuição ao ( SIC ) Sociedade Independente de comunicação, primeiro canal de televisão privado em Portugal. Cujas transmissões tiveram inicio a 6 de Outubro de 1992, foi o primeiro canal de televisão privado a operar em Portugal, tornando-se um atributo para a pluralidade e independência da informação. 

Assistindo este documentário podemos tomar como uma lição do que é realmente um sistema comunista imperando sobre um país. 
A todo momento existem pessoas que procuram fugir desse regime de escravatura, então podemos tomar conclusão de como realmente o comunismo é controlado pelo socialismo é um sistema anti-capitalista ou seja toda a riqueza da nação é controlada pelo governo comunista, portanto somente esses lideres tem a usufruir de uma vida demasiadamente luxuosa, mas quanto ao povo ficam a merce das esmolas do governo comunista, Trabalhos ficam extintos, a maior parte da riqueza que é tirada do povo é investido para armas nucleares, armamentos e muitos testes de bombas que gastam muito dinheiro, então a necessidade humanitária, os direitos humanos, e a democracia que se chama capitalismo e anti-socialismo é jogado por água abaixo. Então com todo esse arroxo muitas pessoas ficam deprimidas a querer uma vida melhor, viver em liberdade, uma vida ao qual você é livre para pensar e viver. Da mesma forma o comunismo atinge todas as áreas da vida de uma pessoa. Vida financeira e também a sua vida religiosa. Tudo na sua vida o governo quer controlar,, até mesmo a sua crença e fé em Deus. 

Nós vemos no mundo religiões perseguindo religião é um problema, por exemplo o estado Islâmico parseque e mata os cristãos nos países ocidental, o país a onde é dominado por essa religião criminosa e desumana ao qual age conforme o ensino do Alcorão dado por mandamento do tal profeta deles Islâmico Maomé,  eles acabam por estar simplesmente praticando o genocídio que significa o extermínio deliberado, parcial ou total de uma comunidade, grupo étnico, racial ou religioso. exemplo como aconteceu na época de Adolf Hitler um militar comunista que praticou o genocídio de milhões de judeus. Portanto dentro do comunismo está um regime discriminatório de judeus e cristãos, até mesmo demais classes de outras pessoas também são punidos com a morte. Mas todos esse sistema maligno do homem uma dia irá se acabar com o retorno da volta de Jesus Cristo o verdadeiro Juiz e Deus fiel para salvar o seu povo Judeus e os cristãos de todos esses domínios perverso em que há no mundo.

Nós que não somos destes países comunista podemos desfrutar da felicidade, da liberdade, ao qual você é livre para pensar, para viver, para servir a Deus livremente, mas sempre terá algo para nos ser de desafios, como renunciar a nós mesmos e seguirmos a Jesus a cada dia. E devemos orar sempre pelos cristãos perseguidos pelo comunismo e também pelo Estado islâmico e por fim seja qual for a razão da perseguição. 

Tem países que os cristãos são perseguidos por causa do comunismo, Coreia do norte, China, Venezuela,  mas tem outros cristãos que são perseguidos por causa do estado Islâmico, Mas de qualquer modo nós cristãos temos que lembrar sempre de orar por todos os cristãos perseguidos no mundo seja qual for a perseguição.

Poderemos orar, interceder diariamente sem se cansar pois Deus estará ouvindo as nossas orações e com toda certeza intervirá contra todos esses sistemas maléficos que procuram destruir o povo de Deus no mundo.



Sugestões para Orações pelos cristãos no mundo

Acessar manual da oração: Compartilhe para Baixar

Acessar 30 razões para orar pelo Brasil: Baixar

Acessar 30 dias de oração pela Coreia do Norte: Baixar

Acessar 30 dias de oração pelos muçulmanos: Baixar



O QUE É CURA INTERIOR?




A CURA INTERIOR


HISTÓRICO:

A "vida abundante" que Jesus ofereceu aos seus seguidores tem sido o objetivo dos mais dedicados cristãos em todas as épocas. Esta prometida abundância tem sido usualmente entendida como harmonia interna e liberdade espiritual, mais do que abundância material - por razões óbvias. A busca por tal liberdade interior tem aparecido sob os mais diversos nomes. 

O QUE É CURA INTERIOR?

O fenômeno conhecido como cura interior tem dois objetivos. O seu objetivo primário e espiritual é estender o senhorio e poder de cura de Cristo ao nosso passado, afetando mesmo a nossa experiência antes da conversão. O objetivo secundário e psicológico é portanto nos libertar de qualquer cativeiro emocional e psicológico que a nossa experiência passada possa ter produzido. Os teóricos da cura interior defendem que os bloqueios emocionais e os padrões habituais de comportamento (com os seus frutos negativos de frustração, derrota e fraca auto-imagem) nos impedem de atingir a vida abundante que Jesus prometeu. Portanto, eles concluem que, um esforço especial deve ser feito para curar estas feridas interiores, de forma que possamos ser libertos das diversas coisas que podem constringir e empobrecer as nossas vidas. Em resumo, o objetivo geral da cura interior pode ser descrito como uma espécie de "santificação retroativa".


O propósito geral do movimento de cura interior é claramente de natureza pastoral. Desta forma, ele defende que a "cura das memórias" normalmente ocorra num aconselhamento de base individual, ou em pequenos grupos. Considera-se essencial que os dons do Espírito Santo estejam em operação, particularmente os dons de discernimento e cura. Ao indivíduo que está buscando sua cura será pedido que reviva seu passado através da imaginação. Isto geralmente envolve um "retorno" ao ponto-problema - um encontro traumático ou assustador que moldou a auto-imagem e o comportamento da pessoa e também porque este ponto se alojou em camadas profundas de sua psique. À medida em que o "paciente" imaginativamente recria o ponto-problema, com toda sua intensidade emocional, eles dizem ao paciente para imaginar que Jesus está lá (naquela situação). Presume-se que a presença imaginativa de Jesus traga Seu amor e poder de cura para relacionamentos perturbados com os pais e companheiros, os quais são muito poderosos para que o indivíduo dê conta dos mesmos sozinho.

O que devemos fazer com estes fundamentos, teorias e técnicas que os acompanham? Na verdade, o que devemos fazer com os "ministros e ministérios da cura interior"? A época em que vivemos, com sua orientação voltada para o experiencial, tende a gerar um entusiasmo desqualificado por experiências de cura interior dentro de alguns setores da comunidade cristã. Infelizmente, esta mesma tendência tem efeito oposto em outros cristãos, que vêem como muito suspeitas tais experiências e a fascinação acrítica despertada por elas. Na maioria dos casos, não existe uma única resposta simples. A época em que vivemos é caracterizada pela crescente complexidade da vida em todos os níveis - econômico, material, moral e intelectual. À medida em que novas e antigas idéias se proliferam, elas influenciam o pensamento cristão de várias formas. Algumas têm mais validade que outras; muitas são completamente inaceitáveis. Nós devemos estar preparados para encarar conceitos não-familiares e pacientemente e em oração desvendar tanto as suas fontes bem como a suas implicações. Este processo pode ser frustrante e cansativo, mas sua necessidade é cada vez mais crescente.

Dentro disto, nós podemos comentar que a cura interior é um fenômeno complexo e altamente variável. Não é possível nem endossá-la, nem condená-la cegamente. É possível, entretanto, identificar e avaliar aqueles elementos que influenciam as teorias e as terapias dos que praticam a cura interior.

"Nossa vida interior é uma parte crítica de nossa identidade pessoal, e portanto a necessidade para a cura das emoções e memórias sempre fez parte da nossa condição humana."


UMA QUESTÃO DE PRIORIDADES

É razoável assumir que os problemas psicológicos e emocionais a que a igreja primitiva se referia eram tão complexos como os de hoje. Nós também vamos assumir que as soluções que ela aplicava são tão funcionais para hoje como eram no primeiro século. Não havia nenhuma necessidade de se renunciar à visão escriturística da condição humana ou de Jesus Cristo, a fim de fazerem estas soluções funcionarem. A imposição de mãos, a unção com óleo, a confissão mútua e a meditação direcionada eram alguns dos métodos 


empregados para produzir ambos, a cura interna e a cura externa. Os apóstolos foram estranhamente silenciosos, entretanto, sobre qualquer necessidade de reviver experiências relacionadas com a infância, ou sobre a prática de esfaquear o pai na imaginação, como alguns praticantes de cura interior têm aconselhado aos seus clientes.

Com certeza, há abundantes benefícios psicológicos em se colocar Jesus como o centro radical de nossas vidas e afetos - mesmo acima e além de nossos laços familiares. Nós também somos chamados, entretanto, a meditar sobre coisas que estão acima e, de alguma forma é bom que se diga, que não estão nutrindo ressentimentos ou usando a nossa liberdade como desculpa para o mal (Ef. 4:26; I Pe. 2:16; Gl.5:1). Existe uma considerável distância entre confessar a presença de um desejo negativo e dramaticamente realizá-lo - mesmo que na fantasia. 


Nós devemos evitar confundir o sagrado com a saúde. A cura da psique e emoções pode ser uma importante parte do nosso crescimento em direção à espiritualidade. Entretanto, ela não deve ser superestimada em detrimento de outros aspectos da santidade, nem deve se tornar um substituto deles . Nós devemos nos guardar da ideia de que os cristãos estão isentos de toda sorte de enfermidades, doenças e tentações e que, qualquer ocorrência deste tipo seja um ponto negativo em nossa condição espiritual. Por outro lado, é importante não perder de vista as variadas maneiras pelas quais Deus provê libertação de coisas que nos impediriam viver plenamente em Cristo.

AS MARCAS DA INTEGRIDADE ESPIRITUAL

Cura espiritual pode ser considerada como tendo base bíblica. Se assim for, ela deve ser reconhecida como uma parte integral de nossa vida cristã. Três principais pontos nos ajudarão a discernir a consonância bíblica de cada forma em particular, de cura interior. Todos os três pontos são vitais para um entendimento equilibrado e seria desaconselhável isolar ou superestimar qualquer um destes elementos.

Primeiro:
A cura espiritual deve tocar o problema na sua fonte. O indivíduo deve ser liberto da prisão de uma memória em particular e do falso significado atribuído a ela. As feridas emocionais causadas pelo incidente que forçou a repressão de sua memória deve ser curada. Paulo fala de Deus como o Pai da compaixão (I Co. 1:3-4) e também enfatiza que a provisão do sangue de Cristo é um aspecto da Sua perfeita sabedoria (Ef. 1:7-8). De fato, é a "contínua aspersão do Seu sangue" que guarda o coração e a consciência das "palavras mortas" (Hb. 9:14; 10:22) e nos liberta do cativeiro emocional destas palavras a fim de que possamos servir ao Deus vivo. 

Segundo: A cura interior deve quebrar padrões de respostas habituais e comportamentos que foram gerados em reação a um trauma inicial. A pessoa que está sendo curada deve cooperar ativamente neste processo, ao invés de reagir passivamente à instruções e manipulações do que ministra a cura interior. Toda redenção envolve o fazer escolhas e o exercício da nossa vontade. Uma vez que fomos convocados ao arrependimento e renovação, somos também chamados a abandonar velhas formas de responder às pessoas e circunstâncias (Cl. 3:12-17; I Pe 2:1-3). Nós devemos portanto aprender novas atitudes e formas de lidar com estas situações (Ef. 4:22-24; I Pe. 1:5-9).

Terceiro: A cura interior deve produzir mudanças pessoais que sejam compatíveis com a revelação das Escrituras, do nosso novo ego (eu) em Cristo. Isto deve estar combinado com uma ênfase na confiança do que Deus nos diz sobre nós mesmos, mais do que nossos sentimentos podem dizer. A postura bíblica sobre a nossa natureza é, com certeza, uma avaliação verdadeira e mais confiável do que a feita por nossos medos, iras e memórias, sem mencionar as acusações do Adversário (Rm. 8:1-2). A cura interior deve nos ajudar a sermos reeducados (através da palavra de Deus) acerca de quem somos em Cristo. Uma vez que entendemos como Deus nos vê, bem como a provisão que Ele fez para o nosso crescimento, nós começaremos a desenvolver uma auto-estima que corresponde precisamente à nossa confiança na justiça de Cristo, mais do que em nossa própria (Rm. 12:3).

Nós não temos que abandonar o ponto-de-vista bíblico ou o compromisso com o senhorio de Cristo a fim de podermos nos beneficiar da cura interior. De fato, se tal necessidade for expressa ou se está implícita, é aconselhável reconsiderar a validade dos fundamentos que têm sido colocados.


Jesus mesmo reconheceu o dilema fundamental da humanidade, bem como suas secundárias implicações emocionais e psicológicas. Ele reconheceu o problema de se atingir auto-estima diante em ambiente hostil e uma consciência igualmente hostil que foi imperfeitamente moldada por influências imperfeitas durante os anos de formação da pessoa. A consciência ainda não-redimida se torna um entrave na condição psicológica, o qual inevitavelmente produz sua própria dissolução (Rm. 8:6). Jesus sugeriu ao homem que a vida entregue a Ele e o fato de seguirmos seu exemplo - mesmo a sua morte como mártir - é uma carga mais fácil de ser suportada do que se lutarmos com as nossas próprias forças. (Mt. 11:28-30).


Baixar o E-book grátis ( Cura Interior )



Deixe para nós o seu comentário ?



Você pode gostar de ler:

Estudos sobre o anticristo em apocalipse


Assistem a incoerência desses pastores além de dizer que o chip instalado não mão ou na testa não é a marca da besta conforme está escrito claramente em apocalipse, Ainda estão incentivando seus fieis a aceitarem o tal chip caso seja lançado para uso pessoal e comercial.


Estudos sobre o anticristo em apocalipse

Agora vamos ver a luz da bíblia sagrada o que é esse sinal da marca da besta e quais locais a bíblia diz que esse chip será implantada.

E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis. Apocalipse 13:16-18

No Apocalipse o Anticristo tem um nome, ( a besta ) mas ele também tem um número: 666, Muitos comentaristas estão de acordo que, nas escrituras seis, é o número do homem e três é o número de Deus. Sendo assim, três vezes seis deve referir-se a um homem que se representa como se fosse Deus. Assim como foi os imperadores romanos e muitos outros, antes e depois deles se faziam de deus, o anticristo do apocalipse julga-se um deus.



Leitura diária crescimento do saber



Leitura diária crescimento do saber


A vida das pessoas está alienada a conhecer muitas coisas que ainda estão até mesmo escondido aos seus entendimentos, assuntos que nem mesmo a pessoa acredita que exista e realmente já existe para outras pessoas, É por isso que a necessidade da leitura diária entra em questão, Como é que alguém vai trabalhar numa função se ele não obteve o conhecimento necessário para exercer tal função, claramente se você vai resolver alguma coisa seja ela o que for, primeiramente você vai ter que obter o conhecimento necessário para resolver aquilo que tem que ser resolvido, e para cada situação você terá um assunto diferente para se resolver, conhecimento sobre informatica, sobre trabalho em geral, tudo se define com o seu próprio conhecimento definido. Da mesma forma é a necessidade da leitura. se você não ler, você não vai ter como se dar bem com a questão que você quer resolver e achar uma solução, se você vai fazer um concurso, você tem que primeiro obter o conhecimento necessário para fazer a prova, e estar elaborando dentro do seu conhecimento especifico na área que você tem interesse em trabalhar, Da mesma forma é uma pessoa que não intende sobre o reino de Deus, tem que ter alguma pessoa para ensinar a ela a respeito ao que se refere ao reino de Deus. 

Estaremos então estendendo mais sobre essa necessidade da leitura que é de grande necessidade para nossas vidas, e não buscamos o conhecimento por vaidades, mas sim por necessidades, pois assim poderemos ter uma vida mais saudável, mais rica e prospera tanto no saber como no conhecer.


Entendendo o processo do conhecimento de Salomão:

Poderemos ler na bíblia que Salomão foi filho do rei Davi, e sucessor do trono de seu pai, e segundo as informações escriturísticas Deus apareceu em sonho a Salomão e disse a ele que tudo o que ele quisesse Deus concederia a Salomão, mas as escrituras nos diz que porém Salomão pediu a Deus sabedoria em primeiro lugar, pois ele mesmo disse: Deus como eu poderei governar sobre um povo tão grande se não houver em mim sabedoria para governar bem esse povo? Pelo que Deus se agradou de Salomão e deu a ele muita sabedoria e conhecimento. 


A sabedoria de Salomão não se baseia somente em Deus ter falado em dar sabedoria a Salomão, Salomão foi um homem segundo a escritura um homem que gostava de ler muito, ela tinha muitos livros, fazia leitura diária, e por tudo isso colaborou para ele ter muita sabedoria, e até mesmo autoridades de outras nações iam até Salomão para ouvir a suas palavras como a rainha de Sabá pertencia ao atual país da Etiópia viajou quilômetros para ouvir Salomão, Deus tem poder para abrir o nosso entendimento e a escritura fala que se alguém pedir sabedoria a Deus ele lhe dará, mas nós temos que buscar a leitura, ler a leitura, meditar na leitura e até mesmo decorar a leitura. e assim foi Salomão um homem que lia bastante e buscava sempre o conhecimento, nisso é um exemplo a ser seguido. No final da vida de Salomão ele teve muitos erros mas também acertos com Deus, No final da sua vida Salomão disse: de tudo o que você já leu, o fim de toda a leitura é temer a Deus e guardar os seus ensinamentos pois esse é o dever de todo o homem.

E, demais disto, filho meu, atenta: não há limite para fazer livros, e o muito estudar é enfado da carne. Eclesiastes 12:12

De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem. Eclesiastes 12:13


E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada. Tiago 1:5


A leitura do eunuco, mordomo-mor de Candace, rainha dos etíopes:

Um eunuco da Etiópia servo da Rainha Candace tinha ido a Jerusalém para adoração, e o eunuco lia a escritura que se achava no livro do profeta Isaías; em que o profeta falava sobre a morte de Jesus Cristo que aconteceu em Jerusalém, mas o interessante é que o eunuco lia aquela passagem escrita mas não entendia, mas foi aí que o Senhor enviou Filipe para acompanhar o eunuco, e logo Filipe ouviu que ele lia sobre Jesus dito pelo profeta Isaías, e perguntou a ele se ele entendesse no que a escritura falava, O eunuco disse a Filipe, como poderei entender se alguém não me ensinar? então o eunuco perguntou a Filipe de quem o profeta falava, logo Filipe lhe anunciou a Jesus Cristo, Portanto foi através da leitura do eunuco que ele pode alcançar a oportunidade de conhecer sobre Jesus Cristo, E Deus providenciou a Felipe para lhe ensinar as palavras de Deus. Diz os historiadores que esse eunuco evangelizou a Jesus no seu país Etiópia e que fora martirizado por causa da sua fé cristã.


E levantou-se, e foi; e eis que um homem etíope, eunuco, mordomo-mor de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todos os seus tesouros, e tinha ido a Jerusalém para adoração,
Regressava e, assentado no seu carro, lia o profeta Isaías.
E, correndo Filipe, ouviu que lia o profeta Isaías, e disse: Entendes tu o que lês?
E ele disse: Como poderei entender, se alguém não me ensinar? E rogou a Filipe que subisse e com ele se assentasse.
E o lugar da Escritura que lia era este: Foi levado como a ovelha para o matadouro; e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, Assim não abriu a sua boca.
E, respondendo o eunuco a Filipe, disse: Rogo-te, de quem diz isto o profeta? De si mesmo, ou de algum outro?
Então Filipe, abrindo a sua boca, e começando nesta Escritura, lhe anunciou a Jesus. 
Atos 8:27-35

A necessidade da leitura do saber:

Foi nesse argumento da necessidade humana de ler, da necessidade do saber, da necessidade de ouvir alguém que pregue essas palavras de sabedoria, que Paulo falou que não tem como alguém saber se não ouvir alguém que pregue a palavra para outra pessoa, Então por isso vemos a necessidade da leitura, pode existir pessoas preparadas para levar a palavra para outras pessoas porque existem pessoas que pregam de fato, e levam as palavras de Deus.

Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas. Romanos 10:14,15
     

A leitura de Jesus sobre o cumprimento do seu ministério:

Jesus também ao começo do seu ministério entrou numa sinagoga a onde se reunia uma congregação  de judeus para a leitura e adoração, e Jesus pegou o rolo para ler a passagem escrita no profeta Isaías que diz que o Espirito do Senhor está sobre mim para pregar as boas novas de salvação aos oprimidos e abrir a vista aos cegos, para que Jesus se fixasse na sua missão ao qual ele deveria cumprir pelo seu ministério dado por Deus Pai ele teve que se dar a leitura para cumprimento das escrituras sagradas.

1. O reino de Jesus não é desde mundo ele recusa um reino para si através dos métodos mundanos de transigência, poder terreno, artifícios políticos, violência, domínio, popularidade e glorias humanas.

2. O reino de Jesus é um reino espiritual, nos corações do seus, ao qual foram tirados do mundo.

a. O reino celestial é alcançado através do sofrimento, da abnegação, da humildade e mansidão.
b. requer que dediquemos nosso corpo como sacrifício vivo e santo em completa devoção e obediência a Deus 
c. Implica a lutar com armas espirituais contra o pecado e tentações de satanás
d. importa a resistirmos á conformação com este mundo

E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler.
E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito:
O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração,
A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do Senhor.
E, cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, assentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele.
Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos. 
Lucas 4:16-21


Ensinavam ao povo a lei de Deus:

Através de Neemias, Esdras e dos Levitas, vemos também o que deve acontecer sempre que palavra de Deus for ministrada aos fieis. Muitos dos que voltaram do exílio da babilônia, já não entendiam o hebraico, uma vez que o seu idioma era agora o aramaico. Por isso, quando as escrituras eram lida em hebraico, um grupo de homens dedicados fazia a interpretação para o aramaico, de tal maneira que os fieis pudessem compreende-las a aplica-las a sua vida. Desde modo, o povo se regozijou, porque entenderam as palavras que lhes fizeram saber. A palavra como revelação divina, o arrependimento, o avivamento espiritual e a alegria estão todos potencialmente presentes, eles serão desencadeados pelo Espirito Santo, através de mensageiros ungidos que proclamem a palavra de Deus, com clareza, poder e convicção.

Todo o povo chorava, ouvindo as palavras da lei:

Quando o povo ouviu e intendeu a palavra de Deus, todos experimentaram uma profunda convicção do pecado e da culpa. Os trechos da lei que continham uma clara revelação da condição espiritual do povo podem ter sidos, trechos estes que falam da benção ou juízo divino, conforme a obediência ou desobediência do povo á palavra de Deus. Nos avivamentos, o choro, quando acompanhado de profundo arrependimento, é um sinal da operação do Espirito Santo na vida do povo, Sentir tristeza pelo pecado e abandona-lo resulta em perdão divino e alegria da salvação. 


E leram no livro, na lei de Deus; e declarando, e explicando o sentido, faziam que, lendo, se entendesse. Neemias 8:8


Paulo estimula Timóteo a se aplicar a leitura diária:

Paulo pelas sua viagens missionarias pelo mundo do ocidente, Paulo abriu varias igrejas, e numa dessas ele colocou Timóteo para trabalhar na igreja de Éfeso enquanto colocou também Tito para trabalhar na igreja de Creta, essas duas epístolas de Paulo se chama de cartas pastorais devido a responsabilidades que esses dois servos tinham como cooperadores no ministério apostólico de Paulo, Paulo escreveu a Timóteo depois dos eventos relatados no fim de Atos a primeira prisão de Paulo, em Roma, ( Atos 28) terminou, segundo parece, com a sua libertação ( 2 Timóteo 4: 16-17 ) Posteriormente, segundo Clemente de Roma, cerca de 96 D.C e o Canon Muratoriano cerca de 190 D.C, Paulo viajou de Roma, dirigindo se para o Oeste, até a Espanha, e ministrou a palavra de Deus ali, como era de seu desejo há longo tempo, (Rm 15: 23-24-28)  Conforme relatam as Epístolas Pastorais, Paulo a seguir, voltou a região do mar Egeu ( especialmente Creta ) Macedônia, e Grécia, e aí continuou o seu ministério. Durante esse período cerca de 64,65 D.C Paulo comissionou Timóteo como seu representante apostólico para ministrar em Éfeso, e Tito para fazer o mesmo em Creta. da Macedônia, Paulo escreveu sua primeira carta a Timóteo, e Pouco mais tarde, escreveu a Tito, Posteriormente, Paulo foi preso de novo em Roma, quando então escreveu uma segunda carta a Timóteo pouco antes do seu martírio em 67/68 ( 2 Tm 4.6-8 )

Paulo teve um trilice proposito de escrever a Timóteo:

1. exortar o próprio Timóteo a respeito do seu ministério e da sua vida pessoal.

2. exortar Timóteo a defender a pureza do evangelho e seus santos padrões da corrupção causada por falsos mestres.

3. dar a Timóteo instruções a respeito de vários assuntos e problemas de Éfeso. 

Em outras palavras Paulo ensina a Timóteo sobre o relacionamento Pastoral com os vários grupos dentro da igreja, como as mulheres em geral, as viúvas, os homens mais idosos e os mais jovens, os presbíteros, os escravos e os falsos mestres. Paulo confia a Timóteo cinco tarefas distintas para ele cumprir, Nesta epístola Paulo, exprime sua afeição a Timóteo,  como seu convertido e filho na fé, e estabelece um elevado padrão de piedade para a vida dele e da igreja.

Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá. 1 Timóteo 4:13


Baixar o E-book grátis ( 7 orações que vão mudar sua vida  )



O que você acha desse produto, Deixar a sua opinião ?


Você pode gostar de ler:

Fora da igreja não há salvação em Jesus




Fora da igreja não há salvação em Jesus


Poderemos analisar a luz da palavra de Deus A Santa Bíblia, qual é a diferença da igreja e de Jesus Cristo, pois não adianta pensar que as duas semelhança igreja e Jesus são a mesma coisa, que na verdade não são a mesma coisa, enquanto a igreja tem o seu papel de cumprir a missão comitiva de Cristo, de anunciar o evangelho de Cristo e dos apóstolos a toda a criatura, levar as boas novas do evangelho do Reino de Deus, de fazer discípulos, de agregar e multiplicar a congregação a onde se busca a presença de Deus, o papel de Jesus Cristo já é o que salva a igreja Ele é o cabeça da igreja do seu povo salvo. a igreja é o corpo de Cristo que serve a Ele, a igreja depende de anunciar algo, alguém, caso contrário não teria nenhum motivo para anunciar o evangelho de quem? portanto Jesus é o elemento alvo é o principal e único a ser proclamado e anunciado pela verdadeira igreja que cumpre verdadeiramente os seus compromissos com a verdade bíblica e apostólica. A igreja primitiva, (primeiros cristãos) receberam da parte de Deus o dom celestial, receberam os ensinamentos concernentes ao Reino de Deus e foi claramente através de Jesus Cristo o Messias enviado e prometido pelos profetas ao mundo para remir o seu povo dos seus pecados. Então a igreja primitiva se encarregou de proclamar que somente Jesus Cristo pode salvar, e foi colocado no fundamento dos profetas e dos apóstolos que Jesus Cristo é unicamente ELE a pedra principal de esquina a qual o seu construtor é o próprio Deus, colocado como o principal alvo e essencial para o evangelho salvífico e transformador, regenerador na transformação de um pecador para um salvo e eleito por Cristo Jesus através do evangelho da graça de Deus.

Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina; Efésios 2:20

A confissão de pedro sobre Jesus Cristo

E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.
E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus.
Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; Mateus 16:16-18

Existe uma falsa interpretação dessa passagem bíblica sobre Pedro e Cristo Jesus, pois aqui claramente Pedro, os apóstolos representa a igreja de Cristo na terra com a sua missão de anunciar o evangelho do reino de Deus, já o Cristo o Filho do Deus Vivo! é o personagem principal da igreja, a qual o próprio Pedro declarou com as suas próprias palavras que Jesus é o Cristo o filho do Deus Vivo! portanto Pedro esta falando aqui que Jesus é o enviado de Deus Pai ao mundo para salvar a ele mesmo Pedro e todos o que crerem nele através do evangelho do reino de Deus que seria proclamado para o mundo todo.

Pedro e a Igreja:

O significado aqui nesta passagem é que Cristo edificará a sua igreja sobre as verdades declarado na confissão de Pedro e os demais discípulos, que Jesus Cristo é o Filho do Deus Vivo! Jesus emprega um trocadilho chamando seu discípulo Pedro no (Grego. Petros), que significa pedra pequena, A seguir Ele diz: Sobre essa pedra no (Grego Petra. que significa uma grande rocha maciça ou rochedo) edificarei a minha igreja sobre a confissão de Pedro sobre Jesus Cristo ser o Cristo o filho do Deus Vivo!

1. É Jesus Cristo que é a pedra o único e grande alicerce da igreja,  
> Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. 1 Coríntios 3:11 Pedro declara que Jesus é a pedra VIVA eleita e preciosa, a pedra que os edificadores reprovaram, > E, chegando-vos para ele, pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa,
Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo. Por isso também na Escritura se contém:Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa;e quem nela crer não será confundido. 1 Pedro 2:4-6 Pedro e os demais discípulos se tornam pedras vivas como parte da estrutura da casa espiritual ( a Igreja) que Deus está edificando. 

2. Em lugar nenhum as escrituras declaram que Pedro seria a autoridade suprema e infalível sobre todos os demais discípulos, > E, chegando Pedro à Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível. Gálatas 2:11  > Então pareceu bem aos apóstolos e aos anciãos, com toda a igreja, eleger homens dentre eles e enviá-los com Paulo e Barnabé a Antioquia, a saber: Judas, chamado Barsabás, e Silas, homens distintos entre os irmãos. Atos 15:22 Nem está dito, também na bíblia que Pedro teria sucessores infalíveis, representantes de Cristo e cabeça da igreja. Tais ideias são injunções do homem e não a verdade das Escrituras. 

As chaves do Reino:

E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus. Mateus 16:19

As chaves representam a autoridade que Deus delegou não somente a Pedro mas também a igreja. Estas chaves são usadas para.

1. reprender o pecado e levar a efeito a disciplina Eclesiástica. 

2. orar de modo eficaz em prol da causa de Deus na terra. 

3 dominar as forças demoníacas e libertar os cativos.

4. anunciar a culpa do pecado, o padrão divino da justiça e o juízo vindouro.

5. proclamar a salvação e o perdão dos pecados para todos quantos se arrependerem dos pecados, para todos quanto se arrependerem e crerem em Cristo.

As portas do inferno não prevalecerão contra a igreja:

As portas do inferno representa Satanás e a totalidade do mal no mundo, lutando para destruir a igreja de Jesus Cristo na terra.

1. Este texto bíblico não quer dizer que nenhum crente como pessoa e nenhuma igreja local, confederação de igrejas, ou denominação, jamais chegará a cair na imoralidade, nos erros de doutrina ou apostasia, O próprio Jesus predisse que muitos decairão da fé e Ele adverte as igrejas que estão abandonando a fé neotestamentária a volta-se do pecado ou sofrer a pena da remoção do seu Reino.

2. O que Cristo quer dizer, a despeito de Satanás fazer o pior que pode, a despeito da apostasia que ocorre entre os crentes, das igrejas que ficam mornas e dos falsos mestres que se infiltram no reino de Deus. A igreja não será destruída. Deus, pela sua graça, sabedoria e poder soberano, sempre terá um remanescente de crentes e de igrejas que, no decurso de toda a historia da redenção, permanecerá fiel, ao evangelho original de Cristo e o poder do Espirito Santo, Como o povo genuíno de Deus, esses crentes demostrarão o poder do Espirito Santo contra Satanás, o pecado, a doença, o mundo e as forças demoníacas. É essa igreja que Satanás com todas as suas hortes não poderá destruir nem resistir.

Em nenhum outro há Salvação:

E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos. Atos 4:12

Os discípulos tinham convicção de que a maior necessidade de cada individuo era a salvação do pecado e da ira de Deus, e pregavam que esta necessidade não poderia ser satisfeita por nenhum outro, senão Jesus Cristo. Isto revela a natureza exclusiva do evangelho e coloca sobre a igreja a pesada responsabilidade de pregar o evangelho a todas as pessoas. Se houvesse outros meios de salvação, a igreja poderia ficar despreocupada. Mas, segundo o próprio Jesus Cristo, não há esperança para ninguém, fora da salvação em Cristo Jesus. Este é o fundamento do imperativo Missionário.


Baixar o E-book grátis ( Signos nos céus  )


Deixe para nós o seu comentário ?


Você pode gostar de ler:

Livros digitais religiosos



A base especifica da Teologia
Prefácio:

1.   Saiba como é formada a Teologia
2.   A importância da Missiologia Cristã
3.   A importância da Bibliologia
4.   Os atributos de Deus (TEO)
5.   Como foi formada a Canon do velho testamento
6.   A Teologia profética cumpridas em Cristo

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRANSLATION

ESTATÍSTICA

Curta nossa Fan Page !

Google+ Followers

Para baixar e-books grátis, basta se cadastrar abaixo: você receberá no seu e-mail um link para fazer download.

Digite seu E-mail:

Delivered by FeedBurner

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Labels